DEFENDENDO O SERVIDOR PÚBLICO
Redes Sociais:

Palavra do Presidente CNSP

Concursos de R$ 33 mil? Enquanto isso, São Paulo segue sem teto salarial

Publicado em: 29/11/2021

Autor: Antonio Tuccilio, presidente da Confederação Nacional dos Servidores Públicos (CNSP)

A falta de teto salarial para os servidores públicos no Estado de São Paulo é um problema antigo. Mas não esquecemos dele, pois afeta milhares de servidores paulistas. Nosso objetivo é entender porque essa questão ainda perdura.

 

Outro dia, me deparei com o seguinte anúncio: o Tribunal de Contas do Distrito Federal publicou três editais de concursos TCDF, com iniciais de até R$ 33 mil. Isso me assustou. Inicialmente, um servidor ganhando o salário que muitos não recebem ao longo de toda a carreira? Não parece certo. Pesquisei mais e descobri outros concursos em outras áreas com valor acima de R$ 30 mil, inicialmente. 

 

Não estou dizendo que se trata de remuneração injusta para os servidores. Me refiro ao fato de que, por exemplo, São Paulo não tem teto salarial para os servidores. Enquanto isso, vários concursos oferecem salários bem próximos ao teto nacional para iniciantes. Alguns não recebem esse valor nem depois de 40 anos de carreira.

 

Além disso, várias carreiras de servidores, por exemplo, não recebem reajuste há anos. E vivemos em um período de inflação. R$ 5 mil hoje não compram o mesmo que em 2016, por exemplo. Como os policiais, profissionais essenciais para a sociedade, que não recebem remuneração justa nem qualquer tipo de bonificação. 

 

Aí, quando os servidores de algumas áreas ameaçam greve, os administradores públicos se espantam! É um absurdo.