DEFENDENDO O SERVIDOR PÚBLICO
Redes Sociais:

Nota de repúdio contra a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO)

Publicado em: 16/07/2021

 

A Confederação Nacional dos Servidores Públicos (CNSP) vem a público repudiar com veemência o texto da Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) que determina as metas e prioridades para os gastos do governo no ano que vem. O relator do projeto, deputado Juscelino Filho (DEM-MA), incluiu dispositivo que aumenta o fundo eleitoral para 2022, cerca de R$ 2 bilhões para mais de R$ 5,7 bilhões. O aumento é de 180%!

 

Esse é um verdadeiro tapa na cara do povo brasileiro. Os recursos desse fundo são públicos, pertencem a nós. E agora serão utilizados para financiar partidos, muitos deles nanicos, e pagar pelas campanhas eleitorais. Em tempos de pandemia, o pais enfrenta uma forte recessão e a fome é mais do que nunca uma realidade. Decisões como essa são absurdas. Não há recursos para projetos sociais, como o Bolsa Família, mas não faltam para jogadas dos políticos.